A Linha de Crédito Capitalizar 2018 foi prorrogada até 31 de maio e criada uma Linha Específica Covid-19, para que as empresas afetadas pela pandemia de Covid-19 possam financiar em melhores condições de preço e de prazo as suas necessidades de fundo de maneio e de tesouraria, como por exemplo, o pagamento de salários ou a aquisição de produtos e matérias-primas.

A Linha Específica Covid-19 destina-se às PME certificadas por Declaração Eletrónica do IAPMEI, ou outras empresas, localizadas em território nacional que cumpram os critérios de elegibilidade seguintes:
apresentem uma situação líquida positiva no último balanço aprovado, ou no caso de apresentarem situação líquida negativa no último balanço aprovado, as empresas poderão aceder à linha caso apresentem esta situação regularizada em balanço intercalar aprovado até à data de enquadramento da operação;
não tenham incidentes não regularizados junto da Banca, à data de emissão de contratação, e tenham a situação regularizada junto da Administração Fiscal e da Segurança Social.
As grandes empresas podem apresentar candidatura, desde que estejam pelo menos numa situação comparável à situação B-, em termos de avaliação de crédito, condição esta, a ser comprovada pelo Banco.

São também elegíveis empresários em nome individual com contabilidade organizada e empresas sem um ano completo de atividade, sendo classificadas como escalão de risco “C”.

O montante máximo por empresa é de 3 milhões de euros, respetivamente com 1,5 milhões de euros na Dotação Fundo de Maneio e 1,5 milhões de euros na Dotação Plafond Tesouraria.

Mais informaçõe em https://www.spgm.pt/pt/catalogo/linha-de-credito-covid-19/